menu

ouça ao vivo

ouça ao vivo

Publicidade

Publicidade

Professores podem não iniciar atividades na abertura do ano letivo 2022

Os professores da rede municipal de ensino estiveram reunidos em assembleia nesta terça-feira (1º) e discutiram diversas pautas da categoria, entre elas, mudança de referência, reajuste salarial e pagamento do terço de férias.

Segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB), Marlede Oliveira, caso a prefeitura não atenda às demandas da categoria, o ano letivo de 2022, previsto para acontecer em março, pode não ser iniciado. Ela frisou que desde 2020, os professores estão sendo massacrados.

Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

“Todo trabalhador quando entra de férias, a lei determina que o patrão tem que pagar 1/3 sobre o seu salário, que é para o gozo das férias. Nós, essa semana, nos comunicamos com a professora Anaci Paim, secretária de educação, ela mandou uma resposta que só pagaria no final de salário de fevereiro. Nós não aceitamos. Ela disse que dos 252 milhões que o município recebeu do exercício de 2021, ela tinha utilizado para o pagamento dos dois meses, com décimo terceiro e de um terço de férias.

Então, esse dinheiro o município já recebeu, o município até o dia 31 de dezembro recebeu o recurso do Fundeb. E por que agora não vai pagar todo o professorado, que já foi tão penalizado pelo governo? Então por isso nós fizemos essa reunião, e temos uma pauta de reivindicações, que a secretária afirma que não vai discutir porque não teve a aprovação do orçamento do município.

Então estamos aguardando o início do ano letivo, que vai ser em março, se até lá tem uma assembleia aprovada para esse ano letivo, se não discutir a pauta que é o enquadramento dos professores, mudança de referência, o reajuste, que agora saiu de 33%, a gente não vai começar o ano letivo de 2022”, disse.

Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

A sindicalista informou que a categoria vai à Secretaria de Educação amanhã às 14h para dizer à secretária que os professores reafirmaram que não aceitam que entrem de férias e não recebam o que a lei lhes garante, que é o terço de férias.

Redação: Rádio SIM FM | 01/02/2022

Compartilhe este post.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *